domingo, abril 25, 2010

"Sim, eu sei quem é."

10 anos depois.

Voltas a entrar numa escola que só frequentaste por 3 meses e que pensaste, repensaste e tornaste a pensar se deverias voltar.

Diriges-te ao proprietário da escolas e perguntas se estão a aceitar inscrições:

Eu: "Boa tarde, queria saber se estão a aceitar inscrições. Eu já fui aluna cá e gostava de voltar. O meu nome é C.R."

Dono: "Sim, eu sei quem você é."

Ui... arrepiante... taaaaanto tempo depois e ainda se lembram de quem és, quando foste uma aluna entre mais de 1.000 alunos e só durante 3 meses é, no mínimo, arrepiante.

sexta-feira, abril 23, 2010

Cavaco não está satisfeito com a Qualidade da democracia

Ó Pá! Atão não é que o "gaijo" teve um momento de lucidez?!?!?!?!

Olha, Cavaco amigo, nem tu nem 9.999.000 milhões de portugueses!

Porque os outros 100 que faltam para completar os 10.000.000 de tugas que somos (mais coisa menos coisa) e que são os bandalhitos que ocupam cargos públicos, para esses 100 e qual coisa, para esses a Democracia tem uma "cólidade" do c@r@lho!!!

Ai ó Salazar... volta lá e puxa-lhes pelos pés quando eles estiverem a dormir! A ver se eles se "axandram" que esta merda já me dá "noijo"!!!

A notícia aqui.

quarta-feira, abril 21, 2010

Alguém me ensina a ser cabra???

Sim???
Conhecem métodos?
Conhecem alguém que o seja e que não se importe de ser meu (minha) mentor(a)?
Workshops, cursos, palestras... sabem de algum que se esteja a realizar?
Hum???

Anyone???

quinta-feira, abril 08, 2010

Oficialmente sem paciência

Quem disse que eu ia ter muito sucesso nesta minha profissão de secretária, enganou-se r.e.d.o.n.d.a.m.e.n.t.e.

Não tive antes de fazer o curso, não tive enquanto fiz o curso e também não tenho agora que acabei o dito.

Não tenho paciência para lidar com 4 pessoas ao mesmo tempo a perguntarem/pedirem coisas, a atender os telefones, a receber visitantes e ainda dar atenção ao senhor dos CTT.

E também não tenho paciência para erros de casting. Ou dizendo de outra forma: contratarem-me para uma coisa e no fim faço outra. Não tenho pachorra!!!

E também não tenho pachorra para aquelas pessoas que sabem apontar o dedo mas sabem olhar para elas mesmas. Não dá para engolir.

Das duas, uma: ou sou eu que não entendo as coisas, que tenho uma grande falha na parte cerebral que processa a informação que entra pelos ouvidos ou são os outros que não se sabem explicar. Eu ainda dou o benefício da dúvida e tenho para mim que o problema é meu e não dos outros. Que tenho uma grande capacidade de imaginação, na proporção contrária ao ter um grande jogo de cintura.

E sim, porra, estou-me sempre a queixar, é uma verdade.
Mas o blog é meu e pronto.

Quem não gostar, ponha à borda do prato.