quinta-feira, maio 29, 2008

The Story of Stuff

Interessante documentário, PARA TODA A FAMÍLIA, sobre o porquê das coisas e das economias de escala...


Criado por americanos e numa contundente auto-crítica à sociedade americana, só os próprios é que não se reconhecem como a nação mais imbecil do Mundo. À conta deles, o planeta vai submergir debaixo de milhões de toneladas de lixo.

Já ouviram falar na "Sopa de Lixo"?
São duas montruosas lixeiras flutuantes no Oceano Pacífico provocadas por americanos e asiáticos (sim, esses porcos poluídores como os americanos).

Mas sabem de quem é a culpa de serem tão poluidores? É de todos. Brancos, pretos, amarelos, vermelhos...

E mais não digo. Vejam o documentário e retirem as vossas próprias conclusões.

Se as nossas atitudes não mudarem, nem que seja um bocadinho, não chegaremos a avós para contar histórias aos netos!

Cliquem AQUI

sexta-feira, maio 23, 2008

Morreste-me...

Eugénio de Andrade escreveu.
Eu refaço-o, à minha imagem, pessoa e sentimento.


ADEUS
"Já GASTEI as palavras pela rua, meu amor,
e o que ME ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
GASTEI tudo menos o silêncio.
GASTEI os olhos com o sal das lágrimas,
GASTEI as mãos à força de as APERTAR,
GASTEI o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis."

"Meto as mãos na algibeira e não encontro nada.
Antigamente TINHA tanto para TE dar;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Ás vezes tu dizias: NÃO ÉS A OUTRA.
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis."

"Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo em que o teu corpo era O MEU ABRIGO,
era no tempo em que EU
ME DEIXEI ILUDIR NAS TUAS DOCES PALAVRAS.
Hoje NÃO HÁ PALAVRAS TUAS QUE ME ENVOLVAM
PORQUE SOU APENAS MAIS UMA IGUAL A OUTRAS."

"Já GASTEI as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração."

"Não TENHO já nada para te dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.
Adeus."


quinta-feira, maio 22, 2008

Inteligência... bruta!

Acho um piadão a estes testes.
Não porque precise de me identificar com eles ou que necessite de confirmações de testes de computador para me dizerem quem sou mas porque batem um pouco ao lado (até porque eu só irei dar ouvidos a opiniões alheias quando estiver disposta a isso; até lá, bem podem gastar o latim todo que eu vou sempre abanar a cabeça como aqueles cãezinhos de tablier de carro).

E porque é que venho agora com esta conversa filosófica? Porque o último teste deu-me vontade de rir!

Cá vai:

Resultado: 10 pontos

Você tem um nível de inteligência um pouco acima do normal. Provavelmente já desconfiava disso, mas agora está comprovado. Você está entres os 20% de pessoas com inteligência acima da média. Parabéns, pois falta pouco para se tornar um gênio.

Teste a Sua Inteligência

Oferecimento: InterNey.Net




Sim, ok, depois de um resultado destes, deveria ficar orgulhosa, certo?
Errado.

Inteligência não se avalia só pelo número que atinge o nosso QI.
Inteligente, para mim, é quem sabe viver a vida. Agarrar em todos os pormenores que a compõem, assimilar as mensagens que ela (a vida) e os outros lhe transmitem e VIVER.



Quem é inteligente, quando recebe esta sms: "Estás no direito de pensares o que quiseres. A outra? Não me parece. Sabes bem que te respeito e que me deixas "alterado" quando estás por perto." (11/02/06) percebe imediatamente que, o seu lugar é mesmo o de amante e ponto final.

Quem é inteligente, quando recebe esta sms: "Bom dia!!! Já são horas de ir fazer o exame... Boa sorte! Vai tudo correr bem :-) Beijos" (20/06/06) no dia do exame nacional de Sociologia, prova de ingresso ao Ensino Superior, e após 4 meses de "ponto final" numa história que nunca deveria ter acontecido, percebe que afinal o tal "ponto final" são meras reticências até ao capítulo que veio a seguir.

Quem é inteligente percebe porque é que passou a noite de aniversário dele, sozinha num hotel de 5 estrelas e, quando ele a convida para ir a um local especial, para se redimir de tamanha desconsideração, sabe logo que a especialidade está no tipo de alojamento: Motel.

Quem é inteligente percebe que nunca deveria ter esquecido que tem neurónios e que o Amor lhe tira a Razão.

Quem é inteligente sabe que, quando é acusada de ter desistido dele, percebe que é só uma frase cobarde e não há direito a sentimento de culpa.

E quem é inteligente também sabe que, há quem goste realmente de nós.
E também sabe que esconder e ser discreto, são antónimos de atitude e de respeito.



quarta-feira, maio 14, 2008

Omnipresente

Vinha eu esta manhã, sentadinha no Metro, a estruturar mentalmente o meu regresso ao meu blog (sim, porque não deixei de chatear a malta nos blogs alheios:-)) e chego aqui ao escritório e................ pufffffffffffffffffffffff..................... esqueci-me daquilo que os meus neurónios haviam regorgitado durante a viagem de 25 minutos!

Como vêem, apesar de ter passado um mês e um dia (não voltei ontem para não me confundirem com uma Aparição da Sr.ª de Fátima), o retiro bloguistico não fez grande efeito e mais vale continuar por aí a melgar-vos ocasionalmente, sendo que o impacto que sofrerão será menor :-))

Até porque vocês falam todos de coisas que me preocupam e interessam. Ele é aquecimento global, ele é segredos de alcova, ele é paixões partilhadas (de 2 e 4 pernas), ele é teorias sexuadas e assexuadas, enfim... ficava aqui um post inteiro a desfiar o meu rosário de preocupações quando mais fácil será dirigirem-se ali à coluna do vosso lado direito e escolher qual vos pareça melhor :-)

E prontos!
Tenho dito...
Como podem ver pela hora do post, estou atarefadíssima e não vos posso dedicar mais atenção :-)))))

Não é adeus, nã senhor, qué isso! Nada de suspirarem já de alivío, então? Esperem lá mais um bocadinho, se fizerem o obséquio! Ou mesmo que não o façam!

Como diz p'raí um slogan qualquer: até jááááááááááá!!!!!!!!!!!!!!!!