quinta-feira, novembro 29, 2007

Contagem decrescente

Meus caros,

podem começar a contagem decrescente para a GRANDE MUDANÇA!!!!

2ª feira terei novidades :-))

sábado, novembro 24, 2007

Tem razão...

A Marta.

Pois tem.


Eu, je, moi, même sou a chata e a vítima de que a Marta fala.


Tudo de mau só me acontece a mim e se as coisas não andam bem à minha maneira, fico fula da vida!


Tenho que aprender a dominar-me.


Marta, diz-me onde é que fazes essa tua terapia, pleeeeeeeeaaaaaaaassssssseeeeeeeeee!!!!!!!!


(Para mais informações, é favor dar um pulo ao sítio da Marta)

segunda-feira, novembro 19, 2007

O que chega em meu coração

Voltei.

Mas ainda dotada daquela falta de inspiração :-( Tanta que até fui "roubar" um poema a outra pessoa! Mas que me deu cá uma volta ao coração daquelas que há muito (para aí há um ano) não me dava.
Tanto que voltei a chorar.
Tanto que me está a provocar um voltar de página.
Ou seja, mais uma ajuda para esquecer-te pois não mereces nada do que aqui deixei escrito para ti! Um blog que nasceu dos meus desabafos contidos e que, nunca, quiseste sabê-los.

Aqui vai (Rita, onde quer que estejas, perdoa-me o plágio!)


O que chega em meu coração?
Será amor?
Será paixão?
Será outro sentimento que não esses?

O que sei é que algo machuca
Dói, atordoa-me, confunde-me
Tão longe e tão perto
Paradoxo que preferia a inexistência
Longe, o físico
Perto, o sentimento
Sentimento que me embriaga
Deixa-me triste e contente
Eufórica e calada
Sensível e forte

Sentimento incomum
Sentimento do paradoxo
Sentimento inefável
Sentimento sufocante

A verdade é que não posso e não quero fugir
Arriscarei as minhas lágrimas
Meu coração
Minha alma já sofrida
Já faz parte de minha vida
Da minha mente
Das palavras que saem da minha boca
Das lágrimas que saem dos meus olhos

É busca incessante
Busca pelo nada
Busca pelo tudo
Busca pelo que ainda resta

O que sei é que sinto
Sinto germinar
Sinto florescer
Sinto tomar conta de mim

O futuro pode ser incerto
Talvez amargo
Mas, o gosto que sinto nesse instante
Já vale infinitas vidas

Vidas sofridas
Vidas felizes
Vidas sublimes
Vidas amargas
Não posso deixar de senti-lo
Sentimento intenso e confuso
Que machuca e me faz feliz

Estou condenada a sentir-te
E não quero me livrar dessas correntes
Quisera eu poder te tocar
Mas, sentimentos vivem na alma e no coração
E, apesar de tudo, prefiro apenas te sentir
Para jamais ter que te perder...

Será que é desta que te digo adeus?

Foto by: Mariah, in Olhares.com

segunda-feira, novembro 12, 2007

Vazio.......

É. Este blog anda a modos que VAZIO.
Quer dizer, nem é bem o blog, é mais a sua autora que anda com uma falta de inspiração daquelas... eu bem agito aqui a caximónia mas nã sai nada! Só se ouve vento a passar, mais nada! Ah, e uns grãos de areia! Vá lá, já é qualquer coisita!

Pois, isto aqui pelo meu reino anda a modos que devagar. Mais devagarinho. Não, não, é mesmo parado! Não se passa nada, não acontece nada... acho que os meus neurónios foram de férias com uma outra bloguer que eu cá sei, ali para umas praias paradísiacas e decidiram-se a lá ficar. Sacanas, podiam ao menos ter-me convidado, não acham? Falta de educação! Uma pessoa a aturá-los a vida inteira e depois é esta a paga que tem! Não há direito!

Bem, pode ser que arranje uns outros e substitua os fujões! E depois, olhem, boca! Quem foi ao mar perdeu o lugar!

Não desesperem, meus caros visitantes! O mau-feitio da Kikas foi de férias... mas há-de voltar ;-)))))))


Que post tão anormal, não é? A gaja estava mesmo parva, só pode!

sexta-feira, novembro 02, 2007

Mais um filme que promete!

Depois de STARDUST e de ver Robert de Niro na pele de pirata gay numa história de amor daquelas que se contam às crianças antes de dormir, numa produção cinematográfica fantástica, chegará em Dezembro mais um filme que promete ser um espectáculo, para quem gosta de filmes do género...

Aqui fica o trailer, para despertar o bichinho ;-)

quinta-feira, novembro 01, 2007

Meu perfil...

Vou-vos confessar uma coisa (para quem ainda não tivesse percebido): eu gosto do sobrenatural. Gosto de ler sobre Astrologia e Magias (brancas, claro) e de saber sempre um bocadinho mais. Costumo dizer que devia era ir para bruxa, na brincadeira claro, mas o que é facto é que tenho uma intuição muito forte e nunca lhe ligo peva (devia...).

Vai daí que não descarto um horóscopo ou um Tarot (se bem que, 99% das vezes, não acredite minimamente) quando se me aparece.

Num site que descobri recentemente, através da Dani, fui bisbilhotando aqui e ali e... ó só qu'eu descobri! Meu Mapa Natal! E não é que tem coisas mesmo muito sememelhantes a mim?

Ora espreitem lá também:

Muita sabedoria natural e uma vocação de mestre ou professor é o resultado da união do inteligente e pesquisador signo de Virgem com o alegre e filosófico ascendente em Sagitário. Ambos - Virgem e Sagitário - são dois signos de natureza mutável, direcionados para a busca do conhecimento, o que termina se traduzindo em interesses intelectuais ativos, que vão do macro ao micro: Sagitário ascendente se interessa pelas grandes questões filosóficas universais, e é a primeira coisa que aparece em você, as pessoas lhe olham e vêem alguém imbuído de muita fé e de esperança. Já o lado virginiano do seu Sol se atém à aplicabilidade dos conceitos. O resultado disso é uma grande inteligência, capaz de lidar com problemas complexos ou simples com verve e um bom senso de adaptabilidade.
Há, sobretudo, uma grande capacidade realizadora e executiva, pois a combinação aqui é de Terra com Fogo, ou seja, você reúne força executiva no mundo real (Terra) e criatividade e visão de futuro (Fogo). Quando você nasceu, o Sol se direcionava para a zona norte do mapa, e este é um claro sinal de uma pessoa muito ambiciosa e apta para posições de poder. A consciência do seu Sol sagitariano se dirige para o exterior, para a vida pública gerando um tipo de personalidade que nasce para aperfeiçoar o mundo circundante.
Uma tendência a agir como se a verdade fosse uma propriedade sua pode criar inimizades, e muita gente pode simplesmente não gostar de você porque lhe acham arrogante, o que não é essencialmente real. Virgem é um signo até humilde, um signo de serviço, mas de fato o ascendente em Sagitário lhe fornece esta "aura" de quem sabe tudo. É só uma questão de você aprender a manter a boca um pouco mais calada, para que as pessoas não usem suas próprias palavras contra você. Virgem pede discrição, até porque o Sol projetado para o alto do seu mapa sugere que você corre o risco de perder sua privacidade por conta de seu trabalho.