terça-feira, abril 24, 2007

Sufoco...




Tenho presa na garganta a vontade de te falar, de te dar um carinho, de te abraçar... hoje vi o caminho que tens percorrido e senti em mim a tristeza de não puder estar a teu lado, pisando os mesmos espinhos que pisas.


Correu-me a lágrima e percebi o teu sorriso de há dias.


Correu-me a lágrima por não poder ajudar-te a transformar os espinhos em rosas.


Correu-me a lágrima por nem sequer poder escrever-te.


Corre-me a lágrima por nunca mais poder falar contigo.


Sufoca-me a ideia de não poder sentir a tua face na minha mão, não puder percorrer o teu peito com os meus dedos, sentir o teu cheiro na minha pele, ouvir o teu respirar doce e tranquilo quando dormias nos meus braços...


Tortura, tristeza e angústia de te ter tão perto.................. e tão longe...............................................................................

sexta-feira, abril 20, 2007

SMS pendente...

Desculpa tudo o que fiz. Hoje percebo quando dizias que eu fazia o contrário do que dizia. Desculpa-me por te acusar de tudo o que não consegui ser e fazer. Desculpa por não conseguir ser mais forte do que os meus sentimentos e por te ter amado quando não devia. Desculpa-me por amar-te tão sofregamente...



quarta-feira, abril 11, 2007

Lenda Hindu

"Uma antiga lenda hindu diz-nos que outrora, todos os homens eram deuses. Mas eles abusaram de tal forma da sua divindade que Brahma, o mestre dos deuses, decidiu tirar-lhes todos os poderes divinos e escondê-los num lugar onde fosse completamente impossível encontrá-los. O grande problema existiu em encontrar o lugar apropriado.
Os deuses menores foram convocados para uma reunião a fim de se resolver o problema. Eles propuseram o seguinte: Enterrar a divindade do homem na terra. Mas Brahma respondeu: "Não, não é o suficiente, porque o homem desenterrá-la-ia e encontrá-la-ia."
Então os deuses responderam: "Neste caso, metamos a divindade no mais profundo dos oceanos."
Mas Brahma respondeu de novo: "Não, mais cedo ou mais tarde, o homem exploraria a profundeza dos oceanos e certamente que um dia, a encontraria e a traria à superfície."
Então os deuses menores concluíram: "Nós não sabemos onde a vamos esconder porque não existe na terra nem no mar um lugar seguro que o homem jamais encontrasse."
Brahma disse: "Vejamos o que faremos à divindade do homem: vamos escondê-la no mais profundo dele próprio, é o único lugar onde ele nunca pensará procurar."

(Eric Butterworth, Discover the Power Within Yourself)