quinta-feira, setembro 07, 2006

Memorial ao meu cão...



Há dias tristes.
Há dias tristes em que choras.
E há dias tristes em que não choras pois os momentos alegres que viveste no passado são a tua consolação.

Ontem foi um desses dias.

A única coisa que fica do Kurika são 15 anos de companhia e brincadeira do "mais fiel amigo do Homem".

Infelizmente, o meu cão teve uma morte violenta. Os veterinários acreditam que foi envenenado com raticida que lhe provocou uma hemorragia interna e paragem cardíaca. Sofreu 2 dias...

A ser verdade, que tenha sido a crueldade humana a levar o meu cão, só deixo um recado:
- Cuidado, a tua crueldade também será a tua lenta morte...

2 comentários:

Alexandra disse...

Sinto mt pelo teu Kurika! :( Infelizmente tb perdi, à relativamente pouco tempo, a minha Lady... Foi por doença e sofreu um cadinho mais (em termos de dias)! Foi doloroso sentir q a estava a perder, principalmente numa altura mt complicada da minha vida, e não poder fazer nada! Será q estejam onde estiverem estarão juntos...? Espero q sim... :) Bjokinha GRND***

Kikas disse...

Esperemos que exista um paraíso para os animais como supostamente deveria existir para os homens, como escape para o inferno que é esta vida.

O meu Kurika sofreu muito com a crueldade humana, quase mo matavam à paulada há 2 anos mas felizmente foi salvo... por outro cão! Incrível o que os animais fazem uns pelos outros! E a eles é que lhes chamam "animais", quando não há "animal" maior que o próprio Homem.